Você está em: " batom"
set
16
2015

Batons em lápis da Nars

Oi meninas! Hoje vou falar dessas belezinhas aqui que são os batons em lápis da Nars. Confesso que antes deles não tinha nenhum produto da marca e eles me surpreenderam muito pela qualidade. As cores que vou mostrar são de linhas diferentes. Os primeiros, o Cruella e o Bolero, são da linha Velvet Matte e o terceiro, o Rikugien, é da linha Satin.

Cruella (vermelho) e Bolero (coral)

CRUELLA – Posso começar dizendo que é o vermelho da minha vida e se um dia ele não for mais fabricado eu vou chorar muito? A cor é um vermelho mais fechado, escuro e juro, todo mundo que vi que usou ele ficou mais bonita! É meio hipnotizante e totalmente matte. O acabamento é sequinho e aveludado, mas não sinto ressecar os lábios. A duração é maravilhosa simplesmente porque ele dura horas, mesmo depois de você comer, beber, beijar ou falar muito. Claro que dá uma desbotada, mas continua ali, firme e forte.

Uma coisa importante é que eu não gosto de nenhum vermelho em mim, acho que fica tudo estranho demais. Mas o Cruella é perfeito, porque tem uma tonalidade perfeita. Parabéns Nars!

BOLERO – Já vou dizer que não amei por inteiro. Explico: a cor é incrível – um coral meio neon bem lindo – mas a textura dele nos lábios mostra qualquer sinal de ressecamento ali existente. Ele parece meio transparente, sabe…e realça todas as pelinhas da sua boca. Então só consigo usar quando estou muito hidratada ou quando misturo com outro batom, o que faz perder um pouco da sua cor linda. Ah, e quando aponto, ele quebra fácil, o que não acontece com os outros. Indico só pra quem como eu, ama muito a cor.

RIKUGEN – Com acabamento acetinado, esse rosa terroso cor-de-boca é sutil e discreto. Ele realmente se funde com a cor dos lábios e realça um tom natural, se é que me entendem. Na realidade ele é mais escuro que na foto abaixo. Muito confortável nos lábios, mas não faz tanta diferença se você está com ou sem ele. Claro que vai variar de acordo com cada tom de pele né.

CHEIRO: Eles têm um cheirinho meio cítrico parece, mas é imperceptível ao passar. Só consigo sentir se paro e cheiro o batom de perto.
TEXTURA: Cada um deles tem uma textura diferente do outro.
EMBALAGEM: Muito prática, com textura fosca. O único problema é que tive que comprar o apontador da Nars para poder apontar esses batons, porque eles não cabem em outros apontadores para lápis gordinhos. Mas vale a pena, porque é o melhor apontador que já tive na vida. Melhor que o da Dior.
DURAÇÃO: Cada uma das cores com uma duração diferente. O Cruella (gruda) dura muito nos lábios, sendo possível até comer com ele e continuar de batom. Os outros dois possuem curta duração, como qualquer outro batom.
ONDE ENCONTRAR: Sephora
PREÇO: R$ 114,00
PORQUE INDICO: As cores são incríveis, únicas e a qualidade é ótima. Fora que é super prático de carregar na bolsa.
CONTRAS: Ter que comprar um apontador só pra ele, o preço e a questão que mencionei na cor Bolero.

Espero ter ajudado! ;)

Compartilhe:
ago
26
2015

Novos batons Maybelline

Oi meninas. Vocês já devem saber que a Maybelline reformulou as cores e embalagens de todos os seus batons, lançando a linha Color Sensational. Primeiro vou dizer que fiquei muito decepcionada por eles não seguirem as mesmas cores e numeração da linha lançada nos Estados Unidos, porque ficaria muito mais unificado e fácil de encontrar as cores baseando-se em mil resenhas, o que abriria muito nosso leque de busca. Afinal, em todo lugar que já vi a marca pra vender aqui no Brasil, não existem mostruários, então você acaba comprando a cor no escuro, sem testar.

As cores que comprei foram essas 4 da foto, conforme a descrição. Vou dizer a mesa coisa, comprei no escuro e a maioria das cores não eram muito bem as que estava buscando.

205 – Xeque Matte: Como o nome já diz, ele é matte. Eu estava buscando um nude com corzinha e ele é mais marrom do que eu pensava. Não gostei da cor e se houvesse um mostruário eu nunca teria comprado. Na verdade teria comprado outra cor e ficaria mais satisfeita. Tenho certeza que ele fica bonito em algumas tonalidades de pele, mas não na minha. Ficou exatamente da cor da minha boca, só que mais escuro, o que me faz pensar “como nada muda, porque mesmo que vou usar esse batom?”.

107 – Rosa para Causar: É um rosa vivo muito lindo e bem Barbie. Essa cor eu gostei muito, mas acho aceso demais e acabo tendo dificuldade de usar. Mais uma vez, comprei errado. Mas indico pra quem gosta de boca em primeiro plano. A cor é linda! Uso com um nude pra dar uma quebrada na vivacidade da cor.

111 – Lolita Pop: De todos, achei o mais confortável e hidratante nos lábios. É um pink mais fechado e escuro que o anterior, quase cereja. Uma cor bonita, mas que não combina comigo. Indico muito se é uma cor que combina com você porque é um pink meio clássico.

406 – Enfim, Sexta: Por mais louco que pareça, é o que mais gostei. Explico: queria experimentar um batom escuro, mas tinha medo de acabar não usando ou achar demais em mim. Usei e amei! A cor é um uva matte, que fica até meio gótico. Depois de algumas horas usando, senti uma ardência nos lábios e vi um desbotamento, mas nada que não desse pra consertar com lip balm e uma reaplicação do produto. O ponto pra mim é que batom escuro eu acabo usando raramente, então compensa investir num baratinho e ser feliz assim.

Concluindo,  a fórmula melhorou muito no cheiro, que está menos enjoativo que dos batons anteriores da marca. Será que só eu que sentia isso? Achava o cheiro bem forte, mas agora está ok. Nos lábios é ok também. Vamos combinar que o mais legal desses batons são a variedade de cores e o preço. Por mais que algumas pessoas digam o quão ótimos e hidratantes eles sejam, eu digo que não são comparáveis às marcas com um preço mais salgadinho. Eles são mais secos e ficam estranhos ou rachados depois de algum tempo usando. Mas o preço é bom (em torno de R$ 20,00) e faz você poder ter mais cores. Compraria mais cores? Sim, mas tendo a certeza de como ela realmente fica na boca. Olhar na cor da bolinha embaixo do produto não é pra mim.

 

Compartilhe:
ago
19
2015

Rouge Infusion da Sephora

Oi meninas. Hoje vou falar sobre esse batom líquido da Sephora, o Rouge Infusion, na cor 10 Essence. Eu já confesso aqui que não curti muito, mas vamos a checklist para analisarmos melhor.

Cheiro: Parece meio frutal, com um leve aroma de xarope no fundo. Mas não me incomoda, acho até gostosinho.
Textura: Líquida, com efeito matte. Ao passar na boca acho a sensação muito estranha, tipo: minha boca está molhada, quero enxugar! Acho essa sensação péssima e por isso prefiro usá-lo por cima de outro batom.
Embalagem: Muito boa. Sei que não fotografei pra mostrar, mas tem uma espuminha, tipo aplicador de gloss mesmo, bem prático.
Quando usar: Quando sua boca estiver hidratada, porque se tiver pelinha soltando vai ficar mais evidente ainda. Sinto que meus lábios ardem um pouquinho, mas mesmo assim é confortável depois que seca.
Duração: Muitas e muitas horas. E digo mais: é difícil de tirar até com demaquilante, não sai! Só que na boca vai dando uma desbotadinha com o uso.

Cor: O Red Essence é um vermelho escuro. Na minha boca ficou quase um vinho.

Onde encontrar: Na Sephora, clicando aqui.

Preço: R$ 62,00 no momento.

Resumindo, é uma questão de gosto. No meu caso, realmente me incomoda essa questão de sentir a boca molhada no início e sinto falta de uma textura mais cremosa. Também me incomoda o fato de ser muito difícil de tirar, me faz pensar que tem algo errado e que a tinta entrou na minha pele. Agora, se você não se incomoda com nada disso, é um bom produto, com boa duração existe uma variedade grande de cores para se escolher. As cores são bem bonitas por sinal. Mesmo assim, não compraria e só uso ele com outro batom por baixo.

Compartilhe:
abr
7
2015

Beleza Nanette Lepore

Oi meninas! Assim como estamos sempre buscando tendências do mundo da moda, a maquiagem não pode ficar de fora, né! E assim que coloquei os olhos sobre essas imagens do desfile de outono/inverno 2015 de Nanette Lepore, fiquei simplesmente encantada.

Confesso pra vocês que até então eu não estava desejando o batom roxo que tanto está em alta. Tinha um certo preconceito (é claro que esse preconceito é de hoje, porque quando era criança era a cor que mais usava na vida…não que ficasse bom, mas enfim…), mas com certeza agora estou desejando.

A cor usada em questão é a Orchid Ecstasy, da Maybelline, que infelizmente ainda não encontramos pra vender em território nacional. Mas soube que a Maybelline está pra trocar as embalagens dos batons e logo vem uma nova leva, que acredito que essa cor esteja incluída. Enquanto isso, se não conseguirmos esperar, sei que várias marcas têm opções legais de roxo, o problema é só escolher…e pagar. haha

Voltando à make em questão, achei incrível a combinação da cor dos lábios com os cílios marcados e gigantescos! E as unhas douradas de glitter da Essie, completaram a beleza com chave de ouro.

E vocês, gostaram?

Compartilhe:
mar
24
2015

Em busca do rosa perfeito: YSL x Urban Decay

Essa é uma história de busca que durou meses, talvez anos e que teve um final feliz. Tudo começou com minha busca por um rosa clarinho perfeito. Comprei alguns ao longo do caminho, como o Hue da Mac, o Beauty da Clinique (depois eu conto a história desse), entre outros e nunca encontrava aquele baby pink tão sonhado. Estava cansada de procurar porque meu lábios são pigmentados com uma cor levemente escura (eu acho) e parece que tudo acabava não combinando ou ficando com efeito meio forçado.

Pesquisei, pesquisei e pesquisei…Até que decidi apostar nessas duas gracinhas: Native da Urban Decay e Nude Beige/Beige Charnel (1) da Yves Saint Laurent. Digo apostar porque essas duas compras foram baseadas em pesquisas online, resenhas e vídeos de várias blogueiras pelo mundo mostrando suas impressões sobre as cores.

 

YSL cor 1 Nude Beige: O mais luxuoso dos batons que possuo. Vamos combinar que só a embalagem já é um show à parte, objeto decorativo da penteadeira. Com a carcaça dourada e bem pesadinho, esse batom é ultra cremoso e confortável para se usar. E o aroma dele é de-li-ci-o-so!

Quanto à cor, vi resenhas dizendo que é o nude rosado mais lindo que existe. Bom, não sei se é “o” mais lindo, mas é muito bonito mesmo. Ele é mais puxado para o pêssego do que rosa, mas fica bem clarinho e natural. Achei que apaga um pouquinho a boca, porque é um rosa bem clarinho mesmo. Então o que digo é que esta cor é mais indicada se você procura por um nude rosado. Mesmo assim amei muito!

Urban Decay cor Native: Paixão! Essa é a cor que tanto procurei por todo esse tempo e foi tão difícil de encontrar. Esse é o meu primeiro batom da marca e me impressionei com a qualidade e o tanto que ele é hidratante. A durabilidade é muito boa e a cor é um rosinha perfeito, clarinho na medida certa pra não apagar a boca. Essa cor não achei aqui no Brasil e pedi pra uma pessoa trazer pra mim dos Estados Unidos, o que é triste, porque quando ele acabar não sei o que vou fazer da minha vida. Se você procura por um rosa clarinho pra usar toda hora, com boa duração e ótima qualidade, é esse aqui! Ah, ele não tem cheiro.

Comparação: Como dá pra ver aqui na foto, o Nude Beige é mais claro e levemente pêssego perto do Native, que é mais rosinha mesmo. O YSL é mais cremoso e dura menos tempo nos lábios que o UD, que é hidratante também. Os dois são muito confortáveis na boca, mas depois dessa compra pretendo investir mais nos batons da Urban Decay, porque mais baratos e a durabilidade é ótima.

O preço de cada um aqui no Brasil: Urban Decay R$ 104,00 e YSL R$ 182,00. Uma diferença boa né? Lá fora, se não me engano, paguei $36 no YSL e $22 no Urban Decay.

Ameis os dois, e vocês indicam algum?

Compartilhe:
out
21
2014

Rouge Coco Shine = Amor

Oi meninas! Hoje vou mostrar um batom que estou totalmente apaixonada e que todo mundo que o conhece, também se apaixona. É o batom da Chanel, Rouge Coco Shine, na cor 467 – Pygmalion. Ele é um vermelhinho cor de saúde, que pode ficar mais natural ou mais intenso, dependendo da forma como for aplicado.

 O primeiro ponto que amei nesse batom é que ele parece se fundir com a cor da sua boca, bem diferente daqueles batons que parecem ser uma camada à parte. É também super hidratante, o que é perfeito para bocas extremamente ressecadas como a minha. Quanto ao nome ter a palavra “shine”, não se preocupe, pois ele não possui efeito de gloss, mas sim um brilho muito sutil.

A cor, como eu disse, é um vermelhinho de saúde, que deixa os lábios com aparência naturalmente avermelhada. Na foto acima, está um pouco mais forte do que fica realmente. Comprei “no escuro”, no site da Chanel. Minha mãe viu e comprou também e depois foi a vez da minha vó. Ou seja, ele é uma cor clássica que conquista gerações! haha

O preço é R$ 130,00 à vista. Sim, pelo que percebi, a parcela mínima deles é de R$100,00. Mas gente, o batom é muito bom e depois dele quero muito comprar outras cores pra experimentar!

Compartilhe:

Sobre

Tatiana, moro no interior de São Paulo, sou formada em moda e amo todo o universo feminino...
Saiba mais...
Clara Milla

Maria Madu

Follow me

Facebook rss Instagram Pinterest