Você está em:"Celebridades"
set
19
2016

Top 7 looks do Emmy 2016

Ontem na premiação do Emmy as celebridades deram um belo show visual. Por isso foi um pouco difícil escolher os melhores looks, mas mesmo assim, separei aqui pra todos os gostos, desde o mais glam até o mais simples. Vamos aos looks?

Começando pela mais bem vestida da noite na minha opinião, Kristen Bell foi de Zuhair Murad Couture. Deslumbrante!

Depois, Sarah Paulson foi de Prada, super shiny e num glamour total. Fiquei babando pelo brilho pisca-pisca do vestido quando vi a atriz recebendo seu troféu.

Felicity foi toda de borboletas, o que ficou um look super suave, com cara de primavera. Achei lindo!

Giuliana Rancic pra quem não sabe, é apresentadora do canal E!, mas não ficou por baixo das celebridades nem por um segundo. Já estou sonhando com  esse tule (aparentemente) rosa!

O que dizer de Claire Danes brilhando como ouro? De Schiaparelli Couture, ela divou! Só vale mencionar que o bronze foi um pouco além, mas nada que atrapalhe o resultado final.

Tina Fey foi simples, de esmeralda, mas não menos elegante. Achei essa cor radiante nela!

Bom, Jaime King não usou esse look propriamente na premiação, mas sim numa pós festa. Achei o look, cabelo e maquiagem tão impecáveis que tive que adicioná-la aqui nos top 7 looks.

E vocês o que acharam? Quem estava mais diva?

Compartilhe:
abr
15
2016

MTV Movie Awards

Gente, eu perdi o MTV Movie Awards…. :( Mas corri pra ver as fotos do tapete vermelho e simplesmente amei alguns looks!

Primeiro por aqui, temos Cara Delevigne com esse macacão preto de veludo, deslumbrante. As transparências cobrem as partes certas na quantidade certa, o que é um trabalho muito minucioso nesse caso. Além do que, a silhueta ficou super alongada.

Fiquei obcecada por esse cabelo com o detalhe da trancinha torta. Já maquiagem não poderia ser mais atual, com esse batom acinzentado/amarronzado. Tudo muito original!

Kendal teve impacto com um look todo sexy. Todo esse efeito de cruzadinhos poderia ficar over, mas nela não. Ficou incrível! E o detalhe nas costas? Uau!

Amo esse tipo de rabinho com os gomos do cabelo separados! Foi tipo a cereja em cima do bolo. E a make e acessórios neutros deram super certo aqui, porque a roupa e a sandália já tinham muita informação.

Gigi Hadid escolheu uma roupa mais séria, mas não menos incrível. O corte do terninnho ficou impecável, a blusa amarela por baixo deu o toque de cor necessário para ficar mais moderno e o sutiã trouxe feminilidade aqui.

O cabelo armado e repicado vem de outras épocas mas deu muito certo porque adicionou estilo. E vocês repararam na sombra amarelinha? Deve ser um dourado, mas a tonalidade amarela está marcando. Aprovada!

Halsey não teve medo de mostrar o corpo né? Achei estonteante esse look rosinha nude carregado de pedras bordadas! O mais legal é que a cor da roupa se misturou com a pele, o que deixou tudo mais glamouroso.

Make e acessórios simples aqui também, porque a jaqueta e top já são bem carregados na pedraria. Só não curto esse cabelo que ela está usando atualmente. Fiz um post mostrando os diversos cabelos coloridos que Halsey já teve (aqui) e essa é a opção mais sem graça pra quem tem tanta criatividade.

Chrissie Fit (alguém lembra dela de Carrie Diaries?) foi mais simples mas impecável. Estou in love por esse vestido, sério! É alegre, divertido e jovem.

Aqui o cabelo já é mais elaborado e os olhos bem pretos e marcados pra contrapor a simplicidade do vestido.

O que dizer de Ariana Grande? Diva na apresentação, mas menininha no tapete vermelho. Não sei se esse contraste de simplicidade versus glamour foi proposital, mas achei meio nada a ver. Ariana foi toda diva cantar Dangerous Woman, mas no tapete vermelho parecia uma menininha comum que foi por acidente no tapete vermelho procurar a mãe, ou sei lá.

Aqui, as apresentações da noite de Ariana Grande e Halsey:

Compartilhe:
abr
8
2016

Highlights fashion da final do American Idol

Se você acompanha o American Idol, ficou vidrada ontem na final, absorvendo cada detalhe do último episódio ever! Eu não sigo assim o programa (meu negócio é o The Voice), mas não poderia deixar de assistir um momento marcante na história como esse.

Resolvi fazer esse post com o intuito de mostrar o look que Carrie Underwood usou durante uma apresentação. Achei muito…uau! De impacto, sabe? E é um vestido que dá pra copiar, porque aqui é o tecido e a ilusão de ótica que faz a mágica. O efeito no palco ficou maravilhoso, mesmo ele não tendo nada demais!

Vamos dar crédito também pro cabelo e make impecáveis da Carrie, que ajudaram no resultado, né. Esses outros looks usados pela cantora já não me cativaram. O da saia é legal, mas o longo preto com os detalhes na barra criaram um efeito estranho.

Outra que apareceu divando na noite foi Jennifer Lopez, com um vestido mullet dourado, brilhando da cabeça aos pés. Brilho no vestido, nos dedos, nas unhas, na maquiagem e no sapatos. JLo glam como sempre, né gente?!

Compartilhe:
abr
6
2016

O desastre do tapete vermelho da I Heart Radio

Oi gente, quem acompanhou o tapete vermelho da premiação do I Heart Radio Music Awards? Acompanhei pelo canal E! e não me lembro de um red carpet tão decepcionante, com tanta gente legal. Sério, os looks que não eram ruins, eram comuns demais. E na minha opinião, o melhor look da noite foi da Serayah, com cor e brilhos, seguido de make e cabelo simples, medida.

Então, reuni aqui as celebs que amamos com suas escolhas desastrosas para a noite.

Julianne Hough é linda mas esse vestido branco acabou com as formas do corpo dela, criando uma proporção no mínimo estranha. Nota 10 para a maquiagem e o cabelo.

Demi, com estilo boyish, pecou pelo detalhe. Essa gola enorme branca ficou fora de propósito e não caiu bem para o biotipo dela, mas a make e cabelo estavam perfeitos.

Iggy Azalea partiu pra ser despojada, mas o top não funcionou. Não dá a impressão que ela estava limpando alguma coisa com uma flanela e pendurou no ombro?

Nossa amada Taylor escolheu um macacão super colado de paetês que marcou o corpo e refletiu tudo de uma forma estranha. Mesmo ela sendo magérrima, o resultado ficou exagerado, não no bom sentido. O cabelo ficou bem legal, todo bagunçadinho.

E por fim, Selena, que sempre acerta…mas dessa vez não. O macacão não favoreceu seu corpo, que ficou reto demais, mesmo com o detalhe aberto na cintura. O gancho da calça ficou meio folgado e a impressão que dá é que não foi proposital. As gargantilhas por fim, deram um certo enforcamento, já que a gola da roupa era mais fechadinha. E a sandália prata parece que foi escolhida de última hora, sem conversar com  o resto do look.

Bom essas foram impressões tiradas de vídeo e fotos, né gente? Vai saber se ao vivo alguns desses looks funcionaram. Mesmo não gostando, acho legal sair da zona comum e tentar algo diferente, porque vai que uma hora sai um look fenomenal né?! O que acharam?

Compartilhe:

abr
4
2016

Porque Halsey é legal

Quem ainda não conhece Halsey deve conhecer agora. A cantora e compositora de 21 anos, parece ser mestra em fazer aquelas músicas que grudam no ouvido, sabe? A voz dela é suave e as letras são cheias de personalidade e reflexões.

Seu nome na verdade é Ashley e ela escolheu Halsey como seu nome artístico porque é Ashley com as letras trocadas. Seus hits: New Americana, Hurricane, Ghost e agora Colors, conquistaram muita gente e ela vem aparecendo na mídia cada vez mais.

E olha só, há dois dias atrás foi lançado um batom da Halsey em parceria com a MAC. O batom é cinza escuro matte, uma cor um pouco difícil de se usar, mas super incrível. A cantora está divulgando em suas redes sociais o batom e acho que já vai virar hit. Aqui abaixo tem algumas imagens dela usando o Halsey (sim, é o nome do batom).

Assisti algumas entrevistas e achei ela mais legal ainda, então fiz uma lista de 10 motivos que fazem a gente adorar a Halsey:

1-As músicas são o máximo.

2-Ela muda a cor e estilo do cabelo como troca de roupa. Já foi de diversas cores, incluindo azul e lilás.

3-Halsey se abre e se descreve como 3 bi: bissexual, bipolar e birracial.

4-Ela é extremamente simpática e doce com os fãs. Vi alguns vídeos de encontros com fãs e a impressão que dá é de ela estar conversando com amigas.

5-Estilo despojado super cool. Ás vezes feminino, mas na maior parte do tempo mais masculino meio tomboy.

6-De sua parceria com a MAC “nasceu” um batom matte cinza escuro.

7-O vídeo do clipe Colors tem um twist no final. Alás, ela é bem imprevisível.

8-Ela é feminista.

9-Sua frase:  ”I will never be anything but honest”, o que significa “Eu nunca serei nada além de honesta.”

10-A primeira música que aprendeu a tocar no violão foi Fifteen, da Taylor Swift. Ah, e ela fez alguns covers de músicas do Justin Bieber.

Olha só o vídeo de Colors:

Compartilhe:
nov
13
2015

Selena toda glam no Victoria’s Secret

Uau! Selena Gomez ficou super gata no desfile da Victoria’s Secret, que aconteceu esses dias. Esse ano ela foi convidada para cantar no meio das angels e sua inspiração obviamente, foi se transformar em uma delas.

De lentes de contato azuis, Sel confessou que Adriana Lima foi sua inspiração para seus olhos claros. Deu pra ver também que o bronze foi intenso, o make foi de gata e as roupas super sexys. Essa é a Sel angel que a gente acaba de conhecer, super diferente do seu normal. Isso nos mostra o que pode fazer um tanto de bronze, olhos marcados e roupas incríveis né?! Achei que ela ficou maravilhosaa!

Compartilhe:
out
5
2015

Katty Perry no Brasil – Curitiba

Aiai… Esperei tanto por esse momento e passou tão rápido. Hoje vou desabafar aqui minhas impressões do show que a maravilhosa Katy Perry fez no Brasil, da Prismatic Tour, mais precisamente em Curitiba-PR.

Começando pelo show em si, foi tudo incrível. Quem abriu o show foi a cantora Tinashe, que deu tudo de si e foi cativante. Seu estilo é R&B, sua voz é linda e ela dança muito! Super presença de palco, já virei fã!   O show da Katy Perry é realmente um show, sabe? Muitos efeitos, Katy faz muitas performances, os dançarinos são incríveis e as trocas de cenário e figurino são de tirar o fôlego.

Katy foi muito simpática, conversou com o público, inventou um apelido fofo para os fãs da cidade (cuti-cu, se não me engano). Como todo show, chamou um fã no palco, que parece ter sido reconhecido do Twitter, o que achei bem louco. Como?

Os momentos mais emocionantes pra mim foram: Dark Horse (por causa de todo o aparato e luxo), By The Grace Of God (ela fala sobre o momento difícil que passou e foi bem mágico) e Firework (é a última música e mais empolgante ao vivo). Mas sério, quem é fã como eu, com certeza amou muito tudo! Aqui abaixo estão algumas fotos que tirei, tudo muito pequeno e distante.

Agora vou falar sobre a parte chata. O show aconteceu na Pedreira Leminski, que pelo que sei é um lugar próprio para shows. Acho que as pessoas que estavam na pista tiveram uma experiência ótima em relação ao lugar, mas eu que fui no camarote, achei péssimo e não volto mais.

Pra começar, havia um espaço de camarote e outro de camarote família (indicado pra pais com crianças). Quando comprei o camarote, estas duas partes eram divididas ao meio, mas o que não mostrava é que o camarote família iria na frente de tudo, deixando pra trás as pessoas do camarote normal. Agora pensa nos pais colocando suas filhas nos ombros pra enxergarem melhor. Tampava toda a nossa visão! Mas logo eles tiravam porque todo mundo pedia. Ou seja, as menininhas não viram direito, nem a gente que foi obrigada a ficar bem mais pra trás.

Outro ponto é que por um camarote, eu esperava algum lugar pra sentar e não ter que ficar lutando por um espaço. Se eu me sentasse em uns puffs no meio do camarote, perdia o lugar que meus pés fincaram no chão assim que cheguei. Sou baixinha e acho que o camarote deve ser inclinado para que todos possam ver, certo? Pelo menos cheguei bem cedo e ainda consegui ver, mesmo que com dificuldade.

Assim que cheguei no local, fui ao banheiro, já que fiquei um tempinho na fila e pra minha surpresa: banheiro químico. Argh! Sério? Não bebi uma gota de água a noite toda só pra não precisar usar aquela coisa nojenta.

E por fim, achei que o som não chegava tanto onde a gente estava. As caixas de som eram todas viradas para frente e estávamos na lateral. O show da Tinesha, praticamente não escutei nada. O show da Katy escutei porque realmente era mais alto, mas não me senti muito inserida no show. Senti como se eu estivesse assistindo da sacada de um prédio, fora do show sabe? Isso foi meio chato.

Enfim, o show foi lindo e a Katy compensou. Estou até com aquela famosa depressão pós show. Mas a organização não me agradou nem um pouco. Acho que brasileiro sempre aceita muito as coisas. É por isso que estou reclamando, assim como ali no camarote escutei tanta gente reclamando das mesmas coisas que eu. É que o show da Katy Perry vale a pena sempre! Mas esses fatores chatos me impediram de uma experiência totalmente positiva, é uma pena.

Quem foi? O que tem pra contar?

Compartilhe:
Páginas:1234567...15»

Sobre

Tatiana, moro no interior de São Paulo, sou formada em moda e amo todo o universo feminino...
Saiba mais...
Clara Milla

Maria Madu

Follow me

Facebook rss Instagram Pinterest